Video Session Weblog

O blog da sua locadora!

Archive for maio 2010

Dennis Hopper (1936 – 2010)

leave a comment »

Ator, cineasta, fotógrafo, colecionador de arte,Dennis Hopper fez de um tudo!
Na década de 50, atuou ao lado de James Dean em “Rebelde sem Causa” e “Assim Caminha a Humanidade”…
Nos anos 60 dirigiu um clássico que definiu uma geração :”Sem Destino” (Easy Rider),no qual também atuou…
Já interpretou o filho de Elizabeth Taylor, e já foi casado apenas 8 dias com uma das integrantes dos Mamas & The Papas, numa época em que casamentos relâmpagos entre celebridades eram raros…

Sem Destino, 1969

Hopper também recebeu duas indicações para o Oscar – pelo roteiro de “Sem Destino” (elaborado em conjunto com Peter Fonda, com quem contracenou no filme, e Terry Southern), e por uma comovente história de um treinador de basquete alcoólatra, em “Momentos Decisivos”. Ele também já trabalhou com Quentin Tarantino.
Ao longo de mais de 50 anos de uma carreira variada, Hopper ficou mais conhecido pelos tipos maníacos que interpretou em filmes como “Apocalypse Now”, “Veludo Azul” e “Velocidade Máxima”.
Foi rico e infame, achado e perdido, foi a revelação do cinema e seu último sobrevivente. Dennis Hopper teve a manha de estar nos melhores e nos piores filmes já produzidos em Hollywood.

No início de 2010 foi divulgado que o ator sofria de câncer na próstata em estágio terminal, diagnosticado no final de 2009. Segundo informações divulgadas pela agência Reuters,o ator morreu aos 74 anos, neste sábado (29) em sua casa em Venice, subúrbio costeiro de Los Angeles, às 8h15 (12h15 no horário de Brasília), cercado de amigos e familiares.

Written by Video Session Locadora

29 maio , 2010 at 5:41 pm

Publicado em Uncategorized

Conhecendo Apichatpong Weerasethakul

leave a comment »

Diretor, roteirista e produtor tailandês nascido no dia 16 de Julho de 1970 em Bangkok, Tailândia.


Foi o vencedor do Festival de Cinema de Cannes de 2010 com o longa-metragem ‘Uncle Boonmee Who Can Recall His Past Lives’. Entre seus longa-metragens estão ‘Sud Pralad’ ou ‘Tropical Malady’, vencedor da seleção do juri do Festival de Cinema de Cannes de 2004, ‘Sud Sanaeha’ ou ‘Blissfully Yours’, vencedor da categoria ‘Un Certain Regard’ também em Cannes em 2003, e ‘Sang Sattawat’ ou ‘Syndromes and a Century’, exibido no 63o Festival de Cinema de Veneza, sendo o primeiro filme tailandês a entrar naquela competição. Os temas de seus filmes, frequentemente discutidos em entrevistas, incluem sonhos, natureza, sexualiade, influindo sua própria homossexualidade, e percepções ocidentais da Ásia e Tailândia. O diretor demonstra uma preferência por estruturas narrativas pouco convencionais, como inserir créditos e título no meio do filme, e por trabalhar com não-atores. Tem como apelido, entre cinéfilos e entusiastas de sua arte, o nome “Joe”, adotado como uma forma mais conveniente de se dirigir a pessoas de nomes tailandeses.

Os pais de Apichatpong Weerasethakul eram médicos, e trabalhavam num hospital em Khon Kaen, na Tailândia. Este, por sua vez, estudou na Universidade de Khon Kaen, recebendo seu diploma de bacharel em arquitetura em 1994. Realizou seu primeiro curta-metragem, ‘Bullet’, em 1993. Estudou posteriormente no Art Institute of Chicago, recebendo seu diploma de mestrado em artes plásticas e cinema em 1997. Seu debut em longa-metragem, ‘Dofka nai Meuman’, ou ‘Objeto Misterioso ao Meio-Dia’ une cenas documentais à uma narrativa improvisada, se baseando no jogo criado pelos surrealistas ao qual era dado o nome de ‘Exquisite Corpse’. Em 1999 montou sua própria produtora, a ‘Kick the Machine’, pela qual produz e promove seus trabalhos, além de prover assistência a outros cineastas independentes e projetos experimentais. Entre as filmagens de ‘Blissfully Yours’ e ‘Tropical Malady’, Apichatpong co-dirigiu ‘The Adventure of Iron Pussy’ com os artistas Michael Shaowanasai, ator que interpreta o protagonista, um agente secreto/travesti. O filme, rodado em digital e de baixo orçamento, é uma homenagem aos filmes tailandeses da década de sessenta e setenta, particularmente os musicais e filmes de ação de Mitr Chaibancha e Petchara Chaowarat.

Written by Video Session Locadora

26 maio , 2010 at 6:03 pm

Publicado em Uncategorized

Méliès, o mago do cinema

leave a comment »

Marie-Georges-Jean-Méliès (1861 - 1938)

A era vitoriana foi o último período da história recente no ocidente em que ideias tradicionais, ainda ligadas ao folclore, à religiao, à crença no sobrenatural, no mágico, no féerico, coexistiam de maneira civil e
pacífica com as idéias de progresso, apogeu da civilização e revolução tanto do homem quanto da natureza através do poder racional da mente humana. Foi nesse momento que nasce o cinema e foi nesse cenário que floresceu o cinema de  Georges Méliès. Ele foi o primeiro a enxergar e trabalhar exclusivamente em função do poder mágico das imagens em movimento. O cinematógrafo já não era um invento cuja a função era a captação do real.

Méliès era um ilusionista francês de sucesso e conta-se que tudo começou quando  ganhou um protótipo de um  cinematógrafo criado pelo  inglês Robert W. Paul. Méliès teria  ficado tão entusiasmado , que saía filmando cenas do cotidiano de Paris.

o "pai dos efeitos especiais"

Méliès se utilizava de  inventivos efeitos fotográficos  para criar mundos fantásticos; e durante uma década, criando filmes fantasiosos e que divertiam crianças e adultos,  foi considerado o melhor cineasta do mundo. Chaplin o chamou de “o alquimista da luz”.

Fez  mais de 500 filmes e construiu o primeiro estúdio cinematográfico da Europa.  Também foi o primeiro cineasta a usar desenhos de produção e storyboards para projetar suas cenas.  Era proprietário do Théatre Robert-Houdin em Paris, que havia pertencido ao famoso ilusionista francês
Jean-Eugène Robert-Houdin.

Reza a lenda que Méliès estava presenta na plateia que assistiu, em 28 de dezembro de 1895, os Irmãos Lumière fazerem a primeira projeção de um filme na história.  Parafraseando Edgar Morin: se Lumière é pai do cinematógrafo, Méliès é pai do cinema.

Written by Video Session Locadora

7 maio , 2010 at 5:17 pm

Publicado em Uncategorized